Irã condena ex-vice-presidente a 5 anos de prisão

Mohammad Reza Rahimi era chefe da agência de combate à corrupção e recebeu a medalha do então presidente, Ahmadinejad

O Estado de S. Paulo

22 de janeiro de 2015 | 18h41

TEERÃ - A Suprema Corte do Irã sentenciou um ex-vice-presidente a cumprir 5 anos de prisão e pagar 10 bilhões de rials, cerca de US$ 800 mil.

A agência de notícias estatal Irna não esclareceu qual foi a acusação sofrida por Mohammad Reza Rahimi, um dos principais assessores do então presidente Mahmoud Ahmadinejad. Ele era o chefe da agência de combate à corrupção e recebeu a medalha de honra de Ahmadinejad.

O Irã está no meio de um processo de descentralização e privatização da economia. O supremo líder do país, aiatolá Ali Khamenei, tem repetidamente advertido contra a corrupção durante a implementação do programa. Processos envolvendo figuras conhecidas têm sacudido o país nos últimos anos. / Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
Irãvice-presidenteprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.