REUTERS/Stringer/File
REUTERS/Stringer/File

Irã confirma realização de testes de mísseis balísticos

General da divisão aeroespacial da Guarda Revolucionária iraniana diz que a indignação americana indica que o teste foi importante para os Estados Unidos

O Estado de S.Paulo

11 Dezembro 2018 | 11h36

TEERÃ - O Irã confirmou que recentemente fez um teste de mísseis balísticos, o que foi condenado pelos Estados Unidos. A agência semi-oficial de notícias Fars citou nesta terça-feira, 11, o general Amir Ali Hajizadeh, que qualificou o teste como “importante”. O general, que lidera a divisão aeroespacial da Guarda Revolucionária, disse que a indignação americana “indica que o teste foi muito importante para eles.”

Os EUA aproveitaram os testes iranianos para pedir que os países europeus voltassem a impor sanções ao Irã. No acordo de 2015, foi pedido que Teerã parasse de testar os mísseis balísticos, mas o texto assinado por Teerã e pelas potências mundiais não fez proibições neste sentido.

O presidente Donald Trump retirou os EUA do pacto em maio deste ano, apesar de o Irã continuar cumprindo as regras. As nações europeias tentam salvar o acordo, que restringe o enriquecimento de urânio do Irã. / AP

Mais conteúdo sobre:
Irã [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.