Irã confirma ter testado míssil capaz de atingir Israel

O Irã testou com êxito um míssil capaz de atingir Israel e as forças americanas estabelecidas na Arábia Saudita e Turquia, informou nesta segunda-feira o ministério do Exterior iraniano. A prova com o míssil Shahab-3 se realizou ?há várias semanas? e não na semana passada, como disse um informe israelense, manifestou um porta-voz da Chancelaria iraniana, Hamid Reza Asefi. ?Aparentemente, os israelenses obtiveram a informação tardiamente?, indicou. Segundo Asefi, tratou-se de ?um teste final antes de enviar o míssil às forças armadas. O alcance do míssil foi o mesmo das provas anteriores?. O Shahab-3 tem um alcance de 1.300 km e, em conseqüência, pode chegar até Israel e as forças militares dos EUA localizadas na Arábia Saudita, Afeganistão, Turquia e Paquistão. O jornal israelense havia informado que a prova com o míssil foi a mais bem-sucedida das sete ou oito realizadas nos últimos cinco anos. A última vez em que o Irã havia informado sobre um prova com o míssil foi em maio de 2002, quando o ministro da Defesa, Ali Shamkan, assegurou que o país realizou o teste para ?aperfeiçoar o poder e a precisão do míssil Shahab-3?. Presume-se que o Shahab-3 tenha sido fabricado na Coréia do Norte, mas o Irã sustenta que todas as etapas da fabricação foram realizadas em seu território. ?Shahab? significa ?estrela fugaz? em farsi. O Departamento de Estado dos EUA impôs penas na semana passada à Coréia do Norte e a cinco empresas chinesas pela suposta venda de tecnologia armamentista ao Irã. As companhias negaram a acusação feita por Washington.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.