Irã corre para processar urânio, denunciam diplomatas

O Irã está produzindo grandes quantidades de um gás de urânio que poderá ser usado para criar armas nucleares, aproveitando-se dos últimos dias antes da entrada em vigor de um acordo que exige a suspensão das atividades relacionadas ao enriquecimento do material radioativo, dizem diplomatas.O Irã deu início à produção de hexafluorido de urânio na cidade de Isfahan, o que põe em risco a credibilidade de seu compromisso com a comunidade internacional, disseram fontes diplomáticas à Associated Press. Quando introduzida em centrífugas, a substância pode ser enriquecida em diversos graus. Urânio pouco enriquecido é usado em usinas de energia. O enriquecimento em alto grau dá origem ao material de armas nucleares.Semana passada, o Irã concordou em suspender o enriquecimento e todas as atividades relacionadas, como parte de um acordo com nações da Europa. O acordo começa a valer na segunda-feira. Um alto diplomata europeu disse que a decisão iraniana de manter o processamento de urânio em andamento até o último minuto causa desapontamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.