Irã culpa EUA por teste nuclear da Coréia do Norte

A rádio estatal do Irã responsabilizou nesta segunda-feira os Estados Unidos pelo anunciado teste de uma bomba nuclear pela Coréia do Norte. "Os Estados Unidos não apenas não suspenderam sanções que impuseram à Coréia do Norte, mas ainda aumentaram a pressão diplomática. Tal pressão levou finalmente a Coréia do Norte a conduzir seu teste nuclear", afirmou um comentarista da rádio. "O teste nuclear da Coréia do Norte foi uma reação às ameaças e humilhação dos EUA".A rádio acusou Washington de usar dois pesos e duas medidas na questão da não-proliferação nuclear, destacando sua atitude em relação a Israel e à Índia. A Índia testou uma bomba nuclear e, recentemente, o presidente George W. Bush propôs um acordo de cooperação atômica a Nova Délhi, enquanto é amplamente assumido que Israel tem centenas dessas armas e Washington nunca falou em aplicar sanções contra o Estado judeu.Numa mensagem indireta às Nações Unidas, que consideram medidas contra o programa nuclear iraniano, a rádio disse que o Conselho de Segurança da ONU não deveria punir a Coréia do Norte, mas, sim, desarmar os arsenais nucleares das grandes potências."Ao invés de impor amplas sanções à Coréia do Norte (...) seria melhor se o Conselho de Segurança adotasse uma sábia decisão e buscasse a plena implementação do Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP). Ou seja, ele deveria buscar o desarmamento de países que possuem atualmente armas nucleares, criando assim condições para que os signatários sejam capazes de usar energia nuclear para fins pacíficos", argumentou a rádio.O Irã é signatário do TNP e acusa potências ocidentais de estarem tentando negar a ele o direito estabelecido no tratado de desenvolver energia nuclear para fins pacíficos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.