Reuters
Reuters

Irã detém 10 soldados e 2 embarcações dos Estados Unidos

Eles foram acusados de invasão, mas oficiais americanos afirmaram que Teerã garantiu a liberação da tripulação de forma rápida

O Estado de S. Paulo

12 Janeiro 2016 | 23h06

WASHINGTON - O Irã deteve dez soldados da Marinha dos Estados Unidos e dois pequenos barcos que estavam è deriva em águas iranianas com problemas técnicos. Os iranianos acusaram os marinheiros de invasão, mas oficiais americanos afirmaram que Teerã garantiu a liberação da tripulação e das embarcações de forma rápida ou segura.

Espera-se a transferência dos marinheiros para custódia americana na manhã desta quarta-feira, no horário local.

O porta-voz do Pentágono, Peter Cook, disse que os barcos estavam se movendo entre o Kuwait e Bahrein quando os EUA perderam o contato com a tripulação.

Os oficiais americanos disseram que o incidente ocorreu perto da Ilha de Farsi, no meio do Golfo Pérsico, quando algum tipo de problema técnico aconteceu e eles foram pegos pelo Irã. Os marinheiros estavam sob custódia iraniana na Ilha de Farsi por algum tempo, mas não se sabe ao certo onde eles estão agora.

A agência de notícias iraniana FARS afirmou que a Marinha da Guarda Revolucionária Iraniana deteve 10 soldados estrangeiros e que os soldados estavam invadindo as águas iranianas. A FARS também informou que havia uma mulher entre os marinheiros. / Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Irã EUA marinheiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.