Irã detém dez às vésperas de aniversário da revolução

Cerca de dez ativistas iranianos foram detidos nos dois dias anteriores ao aniversário da revolução islâmica de 1979, comemorado hoje, informou o site opositor Rahesabz. Dentre eles estão Maziar Khosravi, jornalista do diário reformista Shargh, e o estudante ativista Payman Aref. Outro site opositor, o Sahamnews, diz que houve corte do serviço de telefonia na casa do ex-presidente do Parlamento e líder opositor Mehdi Karoubi e de integrantes de sua família.

AE, Agência Estado

11 de fevereiro de 2011 | 15h02

Karoubi está impedido de receber visitantes em sua casa até a próxima segunda-feira, segundo o site. Ele e o ex-primeiro-ministro Mir Hossein Moussavi solicitaram - e tiveram negada - permissão para realizar uma manifestação na segunda-feira em apoio aos levantes no Egito e na Tunísia.

O movimento de oposição iraniano - que realizou enormes protestos após a contestada reeleição do presidente Mahmoud Ahmadinejad em 2009 - não participou das comemorações do aniversário da revolução ocorridas nesta sexta-feira. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãaniversáriorevoluçãoopositores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.