Irã diz que decisão sobre Ormuz depende de Khamenei

O presidente do grupo de chefes de Estado do Irã, o general Hasan Firouzabadi, afirmou que a decisão sobre se o governo vai ou não bloquear o estreito de Ormuz - a passagem pela qual é transportado um quinto dos fluxos de petróleo mundiais - está nas mãos do líder supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei.

AE, Agência Estado

15 de julho de 2012 | 11h09

Firouzabadi afirmou que o Irã tem um plano de contingência para fechar a passagem, mas Khamenei, como comandante das forças armadas, terá de tomar a decisão final. Os comentários da autoridade foram feitos duas semanas depois de a União Europeia implementar um embargo total ao petróleo do país por causa da recusa iraniana em interromper o programa de enriquecimento de urânio.

As declarações de Firouzabadi foram publicadas pela agência de notícias semioficial Fars. A Guarda Revolucionária do Irã alertou que Teerã ordenará o fechamento do Estreito de Ormuz se as exportações do país forem bloqueadas. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
petróleoexportaçõesOrmuzIrã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.