Irã diz que lançamento de míssil tem objetivo de pesquisa

Um míssil iraniano que foi lançado ao espaço tinha objetivos de pesquisa e propósitos educacionais, segundo declarações de fontes ligadas ao governo do Irã nesta segunda-feira, 26. O vice-líder do Centro de Pesquisas Espaciais do Irã, Ali Akbar Golrou afirmou em entrevista publicada em vídeo em site na internet que os mísseis não subiram mais de 150 quilômetros."Eles não entraram em órbita e voltaram à Terra por pára-quedas", disse Golrou neste domingo, 25, após lançamento.Uma televisão estatal citou o líder do centro, Mohsen Bahrami, descrevendo o projétil como "míssil nuclear" neste domingo, 26. No entanto, Golrou indicou que era muito menos que isso."O lançamento foi feito para melhoras na ciência e pesquisa para estudantes universitários", Golrou declarou no site.No entanto, o míssil pode ser entendido como esforços de enviar satélites comericias em órbita.Em 2005, o Irã lançou eu primeiro satélite em projeto com a Rússia. O país assinou com os russos um contrato de US$132 milhões para construir e lançarr outro satélite de telecomunicações.O ministro de Ciência e Tecnologia iraniano, Mohammad Soleimani, disse que o Irã deve acelerar seu programa espacial, segundo informações da agência Irna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.