Irã diz que ONU não viu evidências de armas nucleares

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, afirmou neste domingo que apesar de "milhares de horas" de inspeção, a agência nuclear da Organização das Nações Unidas (ONU) não encontrou qualquer evidência de materiais nucleares com objetivos militares no país.

Agência Estado

02 de março de 2014 | 11h32

Todas as potências ocidentais "sabem que a ciência nuclear no Irã segue um caminho pacífico", disse Rouhani em discurso transmitido pela televisão estatal iraniana. "A agência realizou milhares de horas de inspeção e anunciou que não encontrou qualquer desvio do uso pacífico (da tecnologia nuclear) para fins militares".

Em seu último relatório sobre o Irã, no final de fevereiro, a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) reportou que o Irã estava infringindo o acordo interino assinado em novembro, que previa a suspensão das atividades nucleares no país. O relatório foi feito um mês após o acordo entrar em vigor.

Desde que assumiu o cargo em agosto, Rouhani prometeu reconstruir as relações tensas com o Ocidente e tenta selar um acordo nuclear com as potências. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãprogramanuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.