Irã diz que programa nuclear prossegue

O programa nuclear iraniano continua"ininterruptamente", disse um representante iraniano nodomingo, véspera de conversações de alto nível com a agênciaatômica da ONU que visam desarmar as suspeitas ocidentais emrelação às intenções de Teerã. Sob pressão da ONU para suspender as atividades que os EUAsuspeitam que tenham por objetivo montar bombas atômicas, o Irãconcordou em junho em redigir um "plano de ação" no prazo de 60dias para oferecer maior acesso a suas instalações nucleares àAgência Internacional de Energia Atômica (AIEA). Tendo repetidamente recusado os pedidos internacionais parasuspender o enriquecimento de urânio para combustível nuclear,diplomatas dizem que agora o Irã está dando sinais decooperação com a AIEA, para evitar uma terceira e mais durarodada de sanções do Conselho de Segurança da ONU. O Irã, segundo maior produtor da Opep, diz que quer apenasobter eletricidade do urânio enriquecido para que possa venderuma parte maior de seu petróleo e gás. O embaixador do Irã na AIEA, Ali Asghar Soltanieh, disse àagência de notícias Mehr, em Teerã uqe "as atividades iranianasde enriquecimento de urânio continuam ininterruptamente e sob aplena supervisão da AIEA." Ele falou antes do início das discussões entre altosrepresentantes iranianos e da AIEA, a começar em Teerã nasegunda-feira, após as discussões do mesmo nível realizadas nomês passado em Viena. "Nesta rodada, a questão será discutida sob seus aspectoslegais, técnicos e políticos", disse Soltanieh. O ministro do Exterior iraniano Manouchehr Mottaki disseque o direito do Irã de obter energia nuclear pacífica deve seraceito e que o país está agindo de maneira transparente elegal. O diretor da AIEA, Mohamed ElBaradei, disse que a promessado Irã de traçar um plano de ação até o final de agostosuscitou a esperança de que seja resolvido o impasse entre oIrã e o Ocidente, que adiou até pelo menos setembro os esforçospara intensificar as sanções contra Teerã. Mas os EUA, que lideram o esforço para isolar o Irã, jádeixaram claro que Teerã terá que suspender o enriquecimento deurânio como condição prévia para negociações mais amplas sobreincentivos econômicos e comerciais. O urânio enriquecido pode ser usado como combustível deusinas elétricas nucleares, ou, se for enriquecido em graumuito maior, pode fornecer material para bombas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.