Irã domina todo o ciclo nuclear, afirma presidente

Com a inauguração de uma nova unidade de produção de pastilhas de urânio, o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, afirmou que o país agora domina todo o ciclo de produção de energia nuclear.

AE-AP, Agencia Estado

11 de abril de 2009 | 17h03

Ahmadinejad já havia dito outras vezes que o Irã possuía o conhecimento necessário para enriquecer o minério de urânio, transformando-o no combustível usado para abastecer os reatores nucleares. Com a abertura da planta, ele diz que o país agora também possui a capacidade.

Em discurso na rede de televisão estatal, o mandatário afirmou que o próximo passo para o Irã é adquirir a perícia necessária para construir usinas nucleares sem a ajuda de outros países. O Irã está construindo uma usina nuclear em parceria com a Rússia em Bushehr, mas o urânio combustível é importado.

Teerã também planeja levantar uma usina com capacidade de 360 megawatts em Darkhovin, no sudoeste da província de Khuzestan, que vai operar com seu próprio combustível.

Os Estados Unidos e alguns de seus aliados acusam o Irã de tentar construir armas nucleares. O Irã nega as acusações, dizendo que o programa nuclear tem como único objetivo a geração de energia.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãenergia nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.