Irã e seis potências retomam negociações nucleares

O Irã e seis potências mundiais retomaram nesta terça-feira negociações sobre o programa nuclear do país em Viena, na Áustria. Autoridades do Ocidente insistem que a crise na Ucrânia não irá complicar as discussões.

AE, Agência Estado

18 de março de 2014 | 13h04

As conversas, voltadas para aliviar preocupações internacionais sobre as atividades nucleares de Teerã em troca da suspensão de sanções ao Irã, buscam alcançar um acordo final e abrangente ao longo dos próximos quatro meses.

A chefe de política externa da União Europeia (UE), Catherine Ashton, que preside o grupo das seis potências, se encontrou na manhã desta terça com o ministro das Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif. O encontro foi seguido por uma sessão plenária com autoridades de todos os outros países envolvidos nas discussões.

O Irã negocia a questão nuclear com os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas - Rússia, EUA, Reino Unido, França e China - mais a Alemanha.

A reunião desta semana é a primeira desde que aumentou a tensão entre os integrantes do grupo sobre a Ucrânia.

"A grande alegria dessas discussões até agora é que o E3+3 (sigla que representa as seis potências) tem permanecido sempre unido e esse ainda é o caso", disse o porta-voz de Catherine, Michael Mann, hoje, ressaltando que efeitos negativos referentes à crise ucraniana ainda não são sentidos.

Ainda assim, há preocupação de que a escalada da crise possa minar a surpreendente unidade mostrada pelo grupo das seis potências nos últimos meses, culminando com o acordo nuclear interino de seis meses alcançado em novembro com Teerã. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.