Irã e UE concordam em debater impasse nuclear

O negociador-chefe do Irã para temas nucleares, Ali Larijani, e o chefe da política exterior da União Européia, Javier Solana, se encontrarão na próxima quarta-feira, 25, para debater a disputa a respeito do programa nuclear do Irã, disse nesta sexta-feira 20, uma autoridade da UE. "Serão debates preliminares para ver se será possível reiniciar as negociações", disse a autoridade, acrescentando que o local da reunião ainda não foi definido. A agência de notícias iraniana ISNA disse mais cedo que Larijani e Solana concordaram em se encontrar durante conversa por telefone na quinta-feira, no mais recente da série de contatos desde que o Conselho de Segurança da ONU impôs novas sanções sobre o Irã, no mês passado, por causa da recusa do país em suspender o enriquecimento de urânio. Segundo a ISNA, Larijani disse a Solana: "Enquanto o Irã mantiver seu direito óbvio de ter um programa nuclear pacífico, estará sempre disposto a manter negociações construtivas com outras partes." A agência de notícias adicionou em sua reportagem: "Com base no acordo das duas partes, a nova rodada das negociações de Larijani e Solana começará no dia 25 de abril, quarta-feira." Países ocidentais suspeitam que o objetivo do Irã seja construir armas nucleares. Teerã afirma que o programa é pacífico, para fins energéticos. Na última semana, o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, anunciou que o país começou a produção de combustível nuclear em escala industrial. Mas a declaração provocou ceticismo internacional. A Rússia afirmou que não viu sinais de progresso significativo no programa iraniano e especialistas dizem que o anúncio foi um golpe de publicidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.