Irã está perto da tecnologia da bomba atômica, diz Israel

Faltam poucos meses para que o Irã adquira o conhecimento tecnológico necessário para construir uma bomba atômica, disse o premier de Israel, Ehud Olmert, em entrevista veiculada neste domingo. Olmert viajou a Washington, para sua primeira reunião, como chefe do governo, com o presidente George W. Bush. Espera-se que os dois líderes discutam a crise iraniana.Olmert disse ao programa Late Edition, da CNN, que a questão fundamental em relação ao Irã não é quando o país islâmico construirá uma arma nuclear, mas quando terá o conhecimento necessário para fazê-lo. "Este limiar tecnológico está mais próximo do que imaginávamos. Isso porque eles já estão envolvidos, muito seriamente, no enriquecimento" de urânio, declarou, repetindo alertas anteriores de outras altas autoridades israelenses. Olmert disse que o mundo não pode fazer pouco caso das ambições nucleares iranianas, pois o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, já fez vários apelos pela destruição do Estado de Israel. Mas o premier afirmou que é improvável que seu país atue por conta própria - militarmente ou pela via diplomática - para enfrentar o problema. Em 1981, a Força Aérea israelense bombardeou um reator nuclear iraquiano. Mas Olmert disse que as situações são incomparáveis, e que Israel tentará convencer o Ocidente a impor sanções à República Islâmica.Até o momento, o Irã vem rejeitando a oferta européia de retirar a ameaça de sanções se Teerã concordar em interromper seu programa de enriquecimento de urânio. O Irã insiste que seu programa nuclear só serve a fins pacíficos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.