Irã executa chefe do grupo armado sunita de Yundulah

Ordem de execução partiu de um tribunal revolucionário de Teerã; executado foi condenado por 79 assassinatos

Efe,

20 de junho de 2010 | 05h51

TEERÃ - As autoridades iranianas executaram neste sábado, 20, Abdul Malik Rigi, chefe do grupo armado sunita de Yundulah (Exército de Deus), opositor ao regime xiita de Teerã.

Segundo a agência publica iraniana de Notícias Irna, Rigi foi executado com uma ordem judicial de um tribunal revolucionário de Teerã, após ser condenado por 79 assassinatos.

Rigi foi detido no mês de fevereiro quando viajava de Dubai para o Quirguistão, em um avião das linhas aéreas desta república ex-soviética que foi obrigado a aterrissar quando passava pelo espaço aéreo iraniano.

Tudo o que sabemos sobre:
execução, Irã, assassino

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.