Irã faz planos para expandir laços com o Iraque

O Irã está trabalhando para expandir os laços econômicos e militares com o Iraque, disse o embaixador iraniano em Bagdá, Hassan Kazemi Qomi, em entrevista ao jornal The New York Times. Qomi disse que o Irã estava preparado para oferecer treinamento, equipamento e conselheiros para as forças iraquianas e que estava pronto para assumir responsabilidade pela reconstrução do Iraque. Ele também reconheceu pela primeira vez que dois iranianos detidos no mês passado por forças norte-americanas eram autoridades da área de segurança, como os Estados Unidos haviam alegado. "Eles trabalhavam no setor de segurança na República Islâmica, isso está claro", disse Qomi em uma entrevista na Embaixada Iraniana em Bagdá. A entrevista apareceu no New York Times de segunda-feira. Qomi disse que os iranianos não deveriam ter sido detidos e ridicularizou supostas provas que os EUA alegam ter, que mostrariam que os iranianos estavam envolvidos no planejamento de ataques a forças norte-americanas e iraquianas. O embaixador também anunciou que o Irã abriria uma banco nacional em Bagdá. Uma autoridade bancária iraquiana confirmou que o Irã havia recebido uma licença para abrir o que seria "o primeiro banco inteiramente subsidiado" no Iraque de propriedade de um país estrangeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.