Irã inaugura usina nuclear de Bushehr

TEERÃ

, O Estado de S.Paulo

13 Setembro 2011 | 00h00

A televisão estatal iraniana informou ontem que o primeiro complexo nuclear do Irã começou a funcionar depois de anos de atraso. Autoridades iranianas e russas participaram das celebrações do lançamento oficial do complexo de Bushehr no sul do Irã, que tem capacidade de gerar até mil megawatts.

A usina inicialmente gerará de 350 a 400 megawatts de eletricidade, mas produzirá mil megawatts até março. O complexo, construído em conjunto com a Rússia, foi ligado à rede nacional de energia para teste no dia 4.

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Yukiya Amano, reconheceu estar "cada vez mais preocupado" com as atividades nucleares do Irã supostamente relacionadas ao setor militar e exigiu de Teerã mais transparência e cooperação.

Amano referiu-se a ações relacionadas ao desenvolvimento de uma carga nuclear para um míssil. "Espero explicar com mais detalhes, num futuro próximo, a base da preocupação da agência para que todos os países-membros da AIEA sejam plenamente informados", concluiu Amano em discurso diante do conselho de governadores da instituição, que começou ontem em Viena.

Por outro lado, Amano reconheceu que o Irã melhorou sua cooperação em alguns aspectos. Segundo o diretor-geral da AIEA, o país permitiu nas últimas semanas inspeções em várias instalações atômicas que antes eram vetadas.

No entanto, o país produziu mais urânio enriquecido e ampliou suas usinas de enriquecimento, o que vai contra as resoluções do Conselho de Segurança da ONU, que desde 2006 exige o fim dessas atividades como medida de confiança. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.