Irã inicia manobras militares no Golfo Pérsico

As forças dos Guardiães da Revolução iraniana começaram nesta quinta-feira manobras militares no Golfo Pérsico, nas quais usarão mísseis El Chihab 2 e 3, com um alcance de mais de mil quilômetros, informou a televisão iraniana. Os exercícios devem durar dez dias. "O objetivo é mostrar a força e o desejo nacional de defesa global contra qualquer ameaça à soberania de nossa terra islâmica", disse o comandante dos Guardiães da Revolução, Yehia Rahim Safavi. Além disso, as manobras definem o modelo escolhido pelo Irã para a defesa do Golfo Pérsico, disse Safavi, que ressaltou que não há ameaça alguma aos países da região. Ainda segundo a emissora, serão usados mísseis Fateh 110, com um alcance de 150 quilômetros, e tanques Zulfiqar. Os exercícios contarão com mais de 1.800 homens. Safavi, citado pela agência de notícias iraniana "Irna", disse que as manobras Grande Profeta II terão ainda a participação da aviação, unidades terrestres e marítimas, caças-bombardeiros Sukhoi 25 e aviões sem piloto, além de cargueiros Antonov. A movimentação chegará até o mar de Omã. As tropas utilizarão vários tipos de torpedos e mísseis água-água, terra-água e terra-ar. As manobras iranianas começam três dias depois de 25 países, liderados por Estados Unidos, Reino Unido, França e Itália, iniciarem uma série de exercícios militares no Golfo Pérsico. As tropas ocidentais treinam para lutar contra o contrabando de material nuclear na região, segundo a agência iemenita de notícias "Saba", que citou uma fonte militar americana não identificada. O porta-voz da Presidência do Irã, Gholam Hossein Elham, disse não estar preocupado com os exercícios em águas do Barein. Em março e abril, a série de manobras Grande Profeta, também no Golfo Pérsico, foi feita com o objetivo de enviar uma "mensagem" contra a ingerência estrangeira no país.

Agencia Estado,

02 Novembro 2006 | 05h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.