Irã iniciará negociações nucleares em breve, diz Putin

O Irã apresentará "em um futuro próximo" sua posição sobre a proposta dos cinco países do Conselho de Segurança da ONU e da Alemanha para começar a conversar sobre a questão nuclear. O anúncio foi feito nesta quinta-feira pelo presidente russo, Vladimir Putin, na cúpula da organização de Cooperação de Xangai (SCO, em inglês). Ele manteve um encontro bilateral com o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, durante o evento. "A parte iraniana respondeu favoravelmente" às propostas do grupo "para encontrar uma saída à crise, disse Putin à imprensa após o encontro. Ele afirmou também que os sócios iranianos estão preparados para entrar nas negociações. "A parte iraniana formulará sua posição sobre o tema da data das negociações em um futuro próximo. Minha avaliação da reunião que acabamos de manter é muito positiva". Putin disse a Ahmadinejad que qualquer país do mundo tem direito de desenvolver programas de alta tecnologia, mas que é necessário fazer isso sem causar preocupação. O presidente russo lembrou a Ahmadinejad que a Rússia é provavelmente o único país que coopera com o Irã de maneira ativa e aberta no âmbito da energia nuclear. Esta é a primeira vez que Ahmadinejad representa o Irã em uma cúpula da SCO, da qual o país é observador desde 2005, junto com Mongólia, Índia e Paquistão. A SCO é uma organização internacional de cooperação entre Rússia, China, Cazaquisão, Quirguistão, Tajiquistão e Usbequistão. O encontro de hoje aconteceu no dia em que se completam cinco anos de sua fundação, na mesma cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.