Irã investiga desaparecimento de funcionário na Turquia

O Irã disse que o ex-vice-ministro da Defesa iraniano Ali Reza Asgari sumiu durante uma viagem particular à Turquia e o chefe de polícia acusou nesta terça-feira, 6, o Ocidente de serem suspeitos pelo seqüestro.Asgari, ex-vice-ministro da Defesa, desapareceu em 7 de fevereiro em Istambul, aonde chegou em viagem particular e procedente da Síria.Uma delegação iraniana está na Turquia para investigar o desaparecimento, há quase um mês, de um ex-alto funcionário e general do Exército iraniano, segundo a agência semi-oficial de notícias "Anatólia".O chefe da polícia iraniana, o general Esmaeil Ahmadi Moghaddam, disse que o Irã está investigando o desaparecimento juntamente com a polícia da Turquia. "É possível que Asgari tenha sido capturado por Forças do Ocidente", disse o general.As autoridades aeroportuárias de Istambul confirmaram oficialmente que Reza Asgari entrou no país, mas não têm informação sobre sua possível saída.A imprensa turca qualifica o desaparecimento como uma "guerra de espiões" e entre as explicações do sumiço está um possível seqüestro por parte de serviços secretos estrangeiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.