Irã lança com sucesso 1º satélite fabricado no país

O Irã lançou com sucesso seu primeiro foguete de fabricação doméstica, anunciou hoje o presidente do país, Mahmoud Ahmadinejad. Segundo ele, o fato foi um passo significativo em seu ambicioso programa espacial. O foguete levou o satélite chamado Omid, ou esperança em persa, e foi lançado ontem à noite depois de o presidente ter dado a ordem para o procedimento. Imagens da televisão estatal iraniana mostraram o lançamento noturno do foguete de um local não identificado no Irã.Ahmadinejad disse que o satélite, que segundo ele é de telecomunicação, atingiu sua órbita e fez contato com uma estação no solo, embora nem todas as suas funções estejam ativas. O lançamento teve a intenção de ser uma mensagem de paz e amizade para o mundo, disse Ahmadinejad à televisão estatal. "Nós precisamos de ciência para a amizade, irmandade e justiça", disse ele.Há tempos o Irã tem o objetivo de desenvolver um programa espacial, gerando desconforto entre líderes mundiais, que já estão preocupados com os programas iranianos nuclear e de mísseis balísticos. Uma das preocupações em relação ao programa espacial iraniano é que a mesma tecnologia empregada para colocar satélites em órbita pode ser usada para o disparo de mísseis.O anúncio do lançamento do Omid ocorreu enquanto representantes dos Estados Unidos, Rússia, Grã-Bretanha, Alemanha e China preparam-se para uma reunião amanhã, nas proximidades de Frankfurt, sobre o programa nuclear iraniano. O grupo ofereceu ao Irã um pacote de incentivos, caso o país suspenda o enriquecimento de urânio e inicie conversações sobre seu programa nuclear. O Conselho de Segurança da ONU impôs sanções para pressionar o Irã a concordar.Órbita - A televisão iraniana informou que o satélite vai orbitar a uma altitude entre 250 e 400 quilômetros. O satélite foi colocado em órbita por um foguete Safir-2 ou por um ambassador-2, que foi testado pela primeira vez em agosto e tem um alcance de 250 quilômetros. De acordo com a rádio, o satélite foi projetado para dar a volta na Terra 15 vezes a cada 24 horas e enviar relatórios para o centro espacial no Irã. Ele tem duas bandas de frequência e oito antenas para transmitir dados. Ahmadinejad disse que o Irã conquistou a capacidade de lançar satélites e agora vai procurar elevar a capacidade de seus foguetes para levar mais peso.Temor - A França expressou preocupação sobre o primeiro lançamento doméstico de um satélite iraniano. O porta-voz do Ministério do Exterior da França, Eric Chevallier, disse que seu país está "preocupado que haja o desenvolvimento de capacidades que podem ser usadas na estrutura balística". Representantes franceses negaram-se a dizer de onde a França recebeu as informações sobre o satélite, mas confirmaram a ocorrência do lançamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.