Irã libera cinco britânicos presos no Golfo Pérsico

Ingleses estavam detidos desde 25 de novembro; guarda iraniana admitiu erro

Efe e Reuters,

02 de dezembro de 2009 | 05h00


 

A Guarda Revolucionária pôs em liberdade nesta quarta-feira , 2, os cincos cidadãos britânicos detidos quando navegavam pelo golfo Pérsico e entraram por engano em águas iranianas, informou nesta quarta-feira o próprio corpo de elite do exército iraniano.

 

"Os cinco britânicos, que haviam sido presos após entrar de forma ilegal em águas da República Islâmica próxima a ilha de Siri, foram liberados há poucas horas", explicou em um comunicado lido na rádio estatal.

O ministro britânico de Relações Exteriores, David Miliban, manteve conversações com seu par no Iran, Manouchehr Mottaki, na terça-feira, 1º, à noite e pediu para que a delegação do consulado tivesse acesso aos detidos, além de sua imediata liberação. As cinco pessoas foram detidas em 25 de novembro.

 

As relações entre Grã Bretanha e Irã se desgastaram nos últimos anos por vários motivos, desde o programa nuclear de Teerã até as acusações iranianas do envolvimento britânico nos episódios de violência vividos depois das eleições de junho.

Tudo o que sabemos sobre:
Golfo PérsicoIrãInglaterra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.