Irã não deve assinar tratado anti-nuclear

O Irã convidou os EUA para ajudarem o país a construir suas usinas de energia nuclear, em uma tentativa de reduzir os temores de que Teerã planeja construir uma bomba nuclear. Apesar disso, o Irã reiterou que não assinará um protocolo adicional ao Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP), que permitiria inspeções não programadas a suas instalações, até que os países ocidentais dêem "assistência tecnológica a seu programa nuclear civil, como devem fazer de acordo com o TNP", segundo o porta-voz do minsitério de Relações Exteriores, Hamid Reza Asef.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.