Irã não está preocupado com prazo da ONU

O Irã disse nesta segunda-feira que não está preocupado com o prazo dado pela ONU, que termina nesta semana, e que demanda que o país suspenda uma parte principal de seu disputado programa nuclear. Se aceitar, Teerã recebe um pacote de incentivos econômicos. Caso contrário o país irá encarar sanções políticas e econômicas.O Conselho de Segurança da ONU deu até esta quinta-feira para o país suspender o enriquecimento de urânio, processo que pode resultar tanto em combustível para reator nuclear, quanto em material para a ogiva de uma bomba atômica. Mas o Irã se recusou a suspender imediatamente, considerando o prazo como ilegal."Agir de acordo com os padrões internacionais não é uma preocupação para nós", afirmou o porta-voz do governo, Gholam Hossein Elham.Na semana passada o Irã respondeu ao pacote de incentivos do ocidente, que tem a finalidade de parar com seu programa nuclear. Funcionários iranianos disseram que o pais não concorda em interromper o enriquecimento de urânio - pedido chave - antes de se engajar em outras conversas. Outros detalhes não foram divulgados. O Irã afirma que seu programa nuclear tem como única finalidade gerar energia elétrica, enquanto os EUA e a Europa acreditam que o país pretende desenvolver armas nucleares em segredo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.