Irã não teme possíveis sanções internacionais

O governo iraniano afirmou nesta quinta-feira que não teme a possível imposição de sanções internacionais a Teerã, horas antes de terminar o prazo dado pelo Conselho de Segurança da ONU a este país para que suspenda o enriquecimento de urânio.O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Hamid-Reza Asefi, reafirmou que as atividades nucleares iranianas são pacíficas, e que possíveis "embargos reforçarão ainda mais o Irã", segundo a televisão estatal.Asefi afirmou que seu país "está preparado para todas as possibilidades, e que o povo iraniano não aceita a linguagem da ameaça e da força". Também considerou que "os Estados europeus não estão de acordo sobre o caso nuclear" iraniano.A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) deve enviar nesta quinta-feira a todos os países-membros e ao Conselho de Segurança da ONU o último relatório técnico sobre o programa nuclear iraniano.Os Estados Unidos anunciaram que querem impulsionar sanções contra o Irã. Os líderes iranianos insistiram em que não abandonarão suas atividades nucleares, que garantem ter fins pacíficos, mas reiteraram que estão dispostos a continuar o diálogo com a comunidade internacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.