Irã não tentou o fechar Estreito de Ormuz, diz chanceler

O Irã nunca tentou fechar o Estreito de Ormuz, a vital rota marítima que está no centro das crescentes tensões internacionais, declarou nesta

AE, Agência Estado

19 de janeiro de 2012 | 12h12

quinta-feira o ministro de Relações Exteriores iraniano Ali Akbar Salehi.

"Nunca em sua história, o Irã tentou impedir (o acesso) ou colocar qualquer obstáculo nesta importante rota marítima", disse ele em entrevista à emissora de televisão NTV, durante uma visita à Turquia.

Em dezembro, o Irã ameaçou fechar a estratégica rota, um gargalo por onde passa um quinto do petróleo comercializado em todo o mundo, caso houvesse um ataque militar ou o fortalecimento das severas sanções internacionais contra o país.

A ameaça deu início a um impasse com os Estados Unidos, que enviaram um segundo porta-aviões para a região quando Teerã anunciou novas manobras navais no Estreito, nas próximas semanas.

"Nós queremos paz e estabilidade na região...mas os americanos...querem dominar certos países de nossa região", afirmou Salehi. "Eu faço um apelo a todos os países da região, por favor não se deixem arrastar para uma posição perigosa".

Para ele, Washington deveria estar disposto a realizar conversações com Teerã sem precondições. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãEstreito de Ormuzfechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.