Irã nega acusações de que forneceriam armas a rebeldes

O Irã rejeitou nesta segunda-feira as acusações americanas de que Teerã estaria armando rebeldes iraquianos com bombas capazes de perfurar veículos blindados."Tais acusações não são dignas de crédito nem podem ser apresentadas como evidências. Os Estados Unidos possuem um longo histórico de fabricação de provas. Essas acusações são inaceitáveis", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Mohammad Ali Hosseini, em conversa com jornalistas na capital iraniana.No domingo, autoridades militares americanas em Bagdá acusaram o governo iraniano de armar militantes árabes xiitas iraquianos com bombas sofisticadas que teriam provocado a morte de mais de 170 soldados dos Estados Unidos no Iraque.O Exército americano assegura que a origem desses explosivos perfuradores de blindagem é iraniana.Por sua vez, Hosseini garantiu que os líderes da república islâmica não estão interferindo no país vizinho e consideram "qualquer intervenção em assuntos internos do Iraque como enfraquecedoras do governo popular iraquiano".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.