Irã oferece linhas de crédito de US$ 4 bi para a Síria

O Irã abriu duas linhas de crédito, totalizando US$ 4 bilhões, para a Síria, e pode ampliar esse volume, para ajudar a conter os efeitos do embargo internacional sobre o país. "O Irã continua a apoiar a Síria, abrindo uma linha de crédito de US$ 1 bilhão para financiar a importação de diferentes itens e outra linha de crédito de US$ 3 bilhões para financiar a compra de petróleo e produtos associados", disse o presidente do banco central sírio, Adib Mayale, segundo noticiado pelo jornal estatal Tishreen.

Agência Estado

27 Maio 2013 | 13h49

De acordo com Mayale, o Irã está considerando oferecer um empréstimo adicional de US$ 3 bilhões para ajudar a Síria, que passa por uma guerra civil. O presidente do banco central também disse que a autoridade monetária está adotando ações para "defender" a libra síria contra especuladores e garantir um nível suficiente de reservas para permitir a importação de materiais usados pela indústria. A moeda local já perdeu 75% do seu valor desde o início do levante contra o presidente Bashar al-Assad, em março de 2011, caindo de 50 libras sírias por dólar para 150 libras por dólar. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
IrãSíriaCrédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.