Irã pede para muçulmanos armarem palestinos

O líder espiritual da República Islâmica do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, exortou hoje os países muçulmanos a armarem o povo palestino para um confronto com Israel. "O povo palestino precisa ter capacidade de defender-se. Portanto, é dever de todos os países islâmicos propocionarem os meios necessários para que isto ocorra", disse o aiatolá durante um sermão proferido perante milhares de fiéis, na Universidade de Teerã."É preciso armar os palestinos com meios de defesa perante o inimigo sionista", afirmou. Khamenei acusou "os países da Europa de permanecerem em silêncio" com relação à violência nos territórios palestinos ocupados."Como podem ver o povo palestino ser massacrado e não reagirem? É realmente uma vergonha para os estados europeus que se deixam influenciar pelos sionistas", declarou."Nada falo sobre os Estados Unidos porque eles não querem nem podem fazer outra coisa além de apoiar esse regime. Mas por que vocês, países da Europa, permanecem em silêncio?", questionou novamente o líder espiritual iraniano.De acordo com o aiatolá, os países "reagem prontamente quando alguns judeus são condenados no Irã acusados de espionagem, mas se calam frente ao massacre de anciãos, mulheres, homens e até de recém-nascidos na Palestina".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.