Irã pede que Caracas lidere ''frente''

O líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, recebeu ontem o presidente Hugo Chávez e pediu que a Venezuela lidere, com o Irã, uma nova "frente independente". Khamenei afirmou que as sucessivas derrotas sofridas pelos EUA em diversas partes demonstram que "o mundo está passando por uma inegável mudança".

AP e Reuters, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2009 | 00h00

"Irã e Venezuela devem elevar seu atual nível de cooperação e esforçar-se ao máximo para incentivar a nova frente independente", afirmou Khamenei, citado pela agência oficial "Irna". Nesse sentido, ele citou como exemplo a mudança na América Latina e disse que a região já foi chamada de "quintal dos EUA" e agora é testemunha do crescimento de um novo poder. A Venezuela anunciou ontem que fechou um acordo para exportar 20 mil barris diários de gasolina para o Irã, que é o quarto maior exportador de petróleo, mas tem pouca capacidade de refino.

ANTICHAVISMO MILITANTE

Álvaro Uribe (Colômbia) - Enquanto busca apoio para nova reeleição, acusa Chávez de armar Farc

Alan García (Peru) - Tenta melhorar aprovação com duros discursos contra Chávez e concedendo asilo a antichavistas

Roberto Micheletti (Honduras) - Usa laços do deposto Zelaya com Chávez para justificar golpe

Ricardo Martinelli (Panamá) - Beneficiou-se de laços de opositora com Chávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.