Irã pede que UE rejeite política dos EUA para Oriente Médio

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, pediu à União Européia (UE) que não dê seu apoio à "política expansionista e unilateral" dos Estados Unidos, como forma de estabelecer uma relação de confiança com os países do Oriente Médio.Ahmadinejad, citado nesta sexta-feira, 16, pela imprensa iraniana, disse que "os países do Oriente Médio e os europeus podem se complementar e trabalhar pelo desenvolvimento e prosperidade de seus povos"."Os europeus devem acordar e não apoiar a política expansionista e unilateral dos EUA, atuando para obter a confiança dos governos e dos povos do Oriente Médio", disse o líder iraniano.O Irã atravessa um momento de crescentes pressões internacionais por suas atividades nucleares. Além disso, aumenta a tensão no Golfo Pérsico, após o envio pelos EUA de porta-aviões à região."Um esforço para solucionar de forma humana os problemas internacionais é de responsabilidade de todos. Mas o uso da força e as ameaças não trazem mais que insegurança", acrescentou.Várias autoridades americanas têm descartado um ataque ao Irã, acusado pelos EUA de fornecer armas aos insurgentes no Iraque e de tentar desenvolver um programa nuclear militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.