Irã permite acesso de inspetores a instalações nucleares

O governo do Irã firmou neste domingo sete novas medidas com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) para deixar mais claras suas atividades nucleares. O acordo prevê, entre outros pontos, o acesso a informações atualizadas sobre os reatores de plutônio e a visita a diversas instalações nucleares.

AE, Agência Estado

09 de fevereiro de 2014 | 15h17

Em um declaração conjunta com a AIEA neste domingo, o Irã se comprometeu a fornecer os projetos atualizados do reator nuclear em Arak e acertou também as medidas para a realização de uma visita dos inspetores da agência internacional ao local. O governo iraniano concordou também em permitir o acesso à mina de urânio de Saghand, em Yazd, e à usina de concentração de Ardakan.

O Irã prometeu também fornecer informações sobre as importações e a exploração de urânio pelo país.

Desde o ano passado, o Irã tem buscado negociar acordos com potências mundiais e agências de regulação para permitir um maior controle das atividades nucleares do país em troca do alívio de sanções econômicas internacionais. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãacordoAEIAenergia nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.