Irã pode enviar armas se Iraque fizer o pedido, diz vice-ministro

Iraniano ressaltou que Teerã não tem plano de enviar tropas ao país que enfrenta o avanço de insurgentes sunitas

O Estado de S. Paulo

01 Julho 2014 | 11h16

MOSCOU - O Irã está disposto a fornecer armas ao Iraque se o país, que enfrenta o avanço de insurgentes sunitas, solicitar a ajuda, disse o vice-ministro de Relações Exteriores iraniano Hossein Amir-Abdollahian nesta terça-feira, 1. Segundo ele, Teerã não tem plano algum de envio de tropas ao Iraque.

"Nós não temos nenhuma tropa ou forças armadas em solo iraquiano agora", disse ele durante uma visita a Moscou. "O Iraque não nos apresentou nenhum pedido de armas. Mas se fizer isso, no âmbito da lei e das normas internacionais, bem como acordos bilaterais, as armas de que o Iraque precisar para conduzir um combate eficaz contra o terrorismo serão providenciadas."

Os Estados Unidos e o Irã se opõem à ofensiva do Estado Islâmico no Iraque e no Levante (Isil, na sigla em inglês), mas Amir-Abdollahian acusou Washington de estar por trás dos recentes eventos no Iraque.

"O que aconteceu recentemente no Iraque é claramente resultado da interferência estrangeira, de um plano dos EUA. Os americanos querem criar uma segunda Ucrânia no Iraque. Somos fortemente contra a divisão do Iraque", afirmou o vice-ministro. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Iraque Irã Isil

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.