Irã pode produzir urânio altamente enriquecido, diz site

Funcionários norte-americanos afirmaram acreditar que o Irã tenha a "habilidade técnica" para produzir urânio altamente enriquecido, segundo informou o jornal Guardian hoje, citando documentos diplomáticos dos Estados Unidos publicados pelo site WikiLeaks.

AE, Agência Estado

21 de janeiro de 2011 | 14h59

Em um encontro de especialistas nucleares internacionais em Viena (Áustria), em 2009, um funcionário dos EUA afirmou que o Irã já havia demonstrado em operações em centrífugas que tinha a "capacidade técnica para produzir urânio altamente enriquecido, se escolher fazê-lo". Consequentemente, mesmo se Teerã não tiver a capacidade de produzir esse material de maneira viável comercialmente, o país "é capaz de produzir quantidades significativas de urânio pouco enriquecido", de acordo com o telegrama vazado.

O jornal britânico nota que a produção de urânio altamente enriquecido é considerada uma fase crucial para se obter uma arma nuclear. O Irã e potências mundiais se encontram em Istambul hoje para discutir o programa nuclear do país. Teerã garante ter apenas fins pacíficos, mas as potências lideradas pelos EUA temem que o país busque secretamente armas nucleares. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
urânioIrãWikiLeaks

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.