Irã poderá falar com "amantes da paz americanos"

O Irã dialogará com qualquer governo - inclusive o dos Estados Unidos - que apoiar seu plano para uma coalizão internacional pela paz, informou hoje a agência de notícias oficial iraniana, a Irna. O vice-chanceler do Irã, Mohsen Aminzadeh, disse que a iniciativa - proposta pelo presidente Mohammad Khatami - tem o objetivo de conter "pensamentos bélicos entre alguns líderes americanos", publicou a Irna."Dentro do desenho da iniciativa da coalizão pela paz, nós deveremos conversar com todos os intelectuais e governos que buscam a paz em qualquer parte do mundo", disse Aminzadeh, segundo a agência. O plano de coalizão de paz de Khatami foi proposto depois do apelo feito pelo presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, para que as nações se unissem à sua campanha antiterror após os atentados terroristas de 11 de setembro.Os detalhes do plano de Khatami ainda não estão claros. Aminzadeh disse que a chancelaria iraniana está recolhendo dados para a formação da coalizão através de seminários e "negociações políticas diretas e responsáveis".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.