Irã pressiona Paquistão após seqüestro de diplomata

O Irã exige que o Paquistão incremente os esforços para assegurar a libertação de um diplomata iraniano recentemente seqüestrado no país, informou hoje a Press TV, emissora de televisão internacional mantida por Teerã. "A Embaixada do Irã em Islamabad e o consulado geral em Peshawar fizeram diversos contatos com autoridades locais paquistanesas desde a ocorrência do incidente", diz Hassan Qashqavi, porta-voz da chancelaria iraniana, citado pela emissora."Com base em uma convenção sobre direitos diplomáticos, nós conclamamos o governo paquistanês a adotar medidas responsáveis e a assumir sua responsabilidade pela segurança dos diplomatas iranianos e seus bens no país."O diplomata Heshmatollah Atharzadeh foi raptado na manhã da última quinta-feira por homens armados que mataram seu guarda-costas em Peshawar, no noroeste do Paquistão. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.