Irã pretende realizar conferência sobre o Holocausto

O governo do Irã informa que pretende patrocinar uma conferência para examinar a evidência científica que apóia o Holocausto, num aparente novo passo da campanha do presidente Mahmoud Ahmadinejad contra Israel. Ahmadinejad já se referiu ao massacre de judeus pelo nazismo como um "mito", e disse que o Estado de Israel deveria ser riscado do mapa ou transferido para a Europa ou os Estados Unidos.O porta-voz da chancelaria iraniana, Hamid Reza Asefi, não revelou onde ou quando a conferência ocorrerá, quem serão os convidados ou qual o motivo do governo iraniano para promovê-la. Ontem, Ahmadinejad havia pedido que o Ocidente tivesse a mente aberta e permitisse um debate livre sobre o Holocausto. Asefi adotou esse mote."É um mundo estranho. É possível discutir tudo, exceto o Holocausto.O Ministério de Relações Exteriores planeja realizar uma conferência no aspecto científico da questão, para discutir e revisar suas repercussões", disse ele a jornalistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.