Irã proíbe a CNN de operar no país

O Irã informa que a rede de notícias CNN está proibida de operar do país "até segunda ordem", por conta de erros na tradução de comentários feitos pelo presidente Mahmoud Ahmadinejad, durante uma entrevista coletiva. A proibição, baixada pelo Ministério da Cultura e Orientação Islâmica, foi anunciada pela televisão estatal iraniana."Por conta da tradução errônea das palavras do presidente Mahmoud Ahmadinejad durante sua entrevista coletiva, as atividades da CNN americana em Teerã estão banidas até segunda ordem", diz a nota.No discurso de sábado, o presidente defendeu o direito do Irã de continuar com as pesquisas sobre tecnologia nuclear. A mídia estatal iraniana afirma que a CNN usou a tradução "armas nucleares" em vez de " tecnologia nuclear".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.