Irã promete manter programa nuclear mesmo com sanções

O Irã manterá seu programa nuclear mesmo que a Organização das Nações Unidas (ONU) imponha sanções contra o país, assegurou neste domingo o Ministério das Relações Exteriores do país asiático.Além disso, o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, desabonou a ameaça de sanções por parte do Conselho de Segurança da organizaçãoao dizer na tevê estatal: "A questão nuclear já está encerrada. Colocamos um ponto final".As declarações vêm à tona em um momento no qual países ocidentais capitaneados pelos Estados Unidos tentam enquadrar o Irã por causa de seu programa de enriquecimento de urânio.O enriquecimento de urânio é um processo essencial para a geração de combustível usado no funcionamento das usinas nucleares. Em grande escala, o urânio enriquecido pode ser usado para carregar ogivas atômicas.Os Estados Unidos e outras potências ocidentais acusam o Irã de desenvolver em segredo um programa nuclear bélico. O governo iraniano nega e assegura que suas usinas atômicas têm fins estritamente pacíficos de geração de energia elétrica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.