Afp e Efe, O Estado de S.Paulo

08 de abril de 2010 | 00h00

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, fez uma dura advertência ao líder americano, Barack Obama, afirmando que a nova política nuclear dos EUA ? que deixa aberta a opção do uso de armamento atômico contra a república islâmica ? pode provocar uma resposta "contundente" de Teerã.

"Obama ameaçou com armas nucleares e químicas os países que não se submeterem aos EUA", afirmou Ahmadinejad. "Tenha cuidado. Se quiser seguir o caminho de (George W.) Bush, terá a mesma resposta contundente que demos a ele."

O líder iraniano ainda disse que nem o ex-presidente Bush ? considerado por Ahmadinejad o mais odiado e criminoso líder americano ? tinha falado com tanta "agressividade".

"Esperamos que esta declaração atribuída a Obama não seja correta", disse o iraniano. "Atribuímos as declarações à sua inexperiência."

No âmbito de sua nova doutrina nuclear, revelada na terça-feira, os EUA descartaram a possibilidade de usar armas nucleares contra países que não tiverem esse tipo de arsenal e respeitarem as regras do Tratado de Não-proliferação Nuclear (TNP).

No entanto, o governo de Washington considerou que "todas as opções estão sobre a mesa" com relação ao Irã e à Coreia do Norte. /

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.