Irã recebe ajuda russa em programa nuclear, afirma revista

Teerã realiza pesquisas de seu programa de enriquecimento de urânio com a ajuda de uma tecnologia a laser russa, informou a revista alemã Der Spiegel nesta quarta-feira.Um engenheiro russo entrevistado pela revista declarou que o Irã tem sido ajudado por um programa russo que divide isótopos pesados. A técnica teria implicações importantes para o Irã, que hoje enriquece o urânio usando centrífugas a gás. Ela utiliza menos energia, precisa de menos espaço e produz uma quantidade maior dos materiais essenciais.De acordo com o homem, que trabalha para um instituto próximo a Moscou e ajuda a desenvolver reatores atômicos, o país busca a assistência da Rússia para seu programa nuclear desde 2004.Acusado de manter um programa nuclear secreto para a produção de armamentos, o Irã está na mira das potências internacionais desde 2002. O Conselho de Segurança da ONU aprovou em 12 de julho uma resolução estipulando 31 de agosto como prazo final para que o país suspenda seu programa de enriquecimento de urânio. Caso não cumpra com o pedido, Teerã estará sujeito a sanções econômicas e diplomáticas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.