Irã recusa visita de senadora americana e critica EUA

O Irã informou os Estados Unidos de que não está preparado, no momento, para aceitar uma visita da senadora Elizabeth Dole, ex-presidente da Cruz Vermelha dos EUA, ao país. A senadora iria pessoalmente para entregar suprimentos destinados às vítimas do terremoto de Bam.O Irã disse preferir que a proposta americana seja ?mantida em suspenso?, em virtude da situação atual no país, disse o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Adam Ereli. Segundo o porta-voz, a idéia da visita foi elaborada como um gesto humanitário, sem componente político. Não obstante, a presença de Dole no Irã seria vista como um claro sinal do interesse do governo americano em tratar a ajuda às vítimas do terremoto como uma abertura para novas relações com Teerã. Membros da administração Bush disseram que se estudou a possibilidade de enviar um membro da família do presidente na delegação da senadora.Nesta sexta-feira, a rádio estatal iraniana disse que os EUA estão usando o terremoto para tentar dividir o povo do Irã. ?Os americanos, ao divulgar sua ajuda ao Irã, tentam, de maneira incompetente, implementar sua política dúbia, de criar um fosso entre a nação iraniana e o governo?, disse a rádio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.