Irã rejeita relatório da AIEA sobre atividade nuclear

Autoridades dizem que órgão da ONU está se desviando das regras devido à influência do Ocidente

Agência Estado

25 de maio de 2011 | 17h30

TEERÃ - O Irã declarou infundado um relatório da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) sobre o possível aspecto militar do projeto atômico de Teerã, dizendo que o organismo estava se desviando das regras devido à influência do Ocidente.

 

Veja também:

lista Veja as sanções já aplicadas contra o Irã

especialEspecial: O programa nuclear do Irã

 

"Infelizmente, a agência (AIEA) está se desviando das regras por causa da influência de alguns países", disse nesta quarta-feira, 25, o chefe nuclear do Irã, Fereydoon Abbasi Davani, após uma reunião de gabinete, segundo a agência de notícias ISNA. Davani exigiu que a AIEA normalizasse o dossiê do Irã, argumentando que as atividades nucleares de Teerã não deveriam ser discutidas por membros do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

 

A AIEA disse na terça que estava analisando novas informações sobre "possíveis dimensões militares secretas" para as atividades nucleares da república islâmica, aumentando preocupações sobre a verdadeira natureza das ambições atômicas do país. No novo relatório restrito, a agência disse que havia indícios de que o trabalho suspeito no Irã "pode ter continuado após 2004", inclusive em 2010.

 

As potências ocidentais suspeitam que o Irã mantenha um programa nuclear para a construção de armas de destruição em massa. As autoridades de Teerã, porém, afirmam que o país enriquece urânio apenas com fins pacíficos.

 

O Conselho de Segurança da ONU já aprovou quatro rodadas de sanções contra o Irã devido ao programa nuclear, já que as autoridades se recusam em cooperar com as investigações da AIEA. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.