Irã rejeita suspender enriquecimento de urânio

O Irã rejeitou hoje o pedido da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) para que pare seu programa de enriquecimento de urânio, ameaçando proibir as inspeções em suas instalações nucleares se a questão for levadaao Conselho de Segurança, que pode adotar sanções. O negociador-chefe iraniano Hasan Rowhani considerou "ilegal" o pedido da agência nuclear da ONU.Ontem, o comitê diretivo da AIEA aprovou uma resolução exigindo também ao governo iraniano garantias de acesso irrestrito dos inspetores da agência às instalações nucleares iranianas sob suspeita americanas de servirem a um programamilitar. Apesar das críticas, Rowhani afirmou que seu país está aberto para discutir as questões com a AIEA, mesmo com os EstadosUnidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.