Irã se oferece para sediar reunião da Síria com oposição

O Irã, principal aliado regional da Síria, está pronto para sediar uma reunião entre o governo vizinho e seus oponentes com o objetivo de resolver o conflito no país, afirmou o ministro de Relações Exteriores iraniano, Ali Akbar Salehi, à rede de televisão árabe Al-Alam. "Nós acreditamos que a questão da Síria deveria ter uma solução síria", disse o ministro iraniano.

(AE, Agência Estado

15 de julho de 2012 | 13h47

O governo de Teerã tem repetidamente se oferecido para ajudar a solucionar a crise, mas isso tem sido rejeitado pela oposição síria, por países do Ocidente e Estados árabes, que acusam o Irã de ajudar militarmente o regime de Bashar Assad a oprimir a revolta popular. Em troca, o Irã acusa alguns países ocidentais e árabes de armar os rebeldes sírios.

O enviado das Nações Unidas, Kofi Annan, a Rússia e a China favorecem a participação do Irã na busca por uma solução para a crise. Mais de 17 mil pessoas teriam sido mortas na Síria desde o início da revolta, em março do ano passado. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
SíriaoposiçãoIrãreunião

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.