Irã sinaliza que pode aceitar inspeções nucleares

O governo do Irã pode aceitar inspeções rápidas em suas instalações nucleares caso haja um acordo final com as potências mundiais sobre o controverso programa nuclear iraniano, afirmou Behrouz Kamalvandi, porta-voz da organização de energia atômica do país, segundo informações da agência de notícias oficial IRNA.

AE, Agência Estado

23 de junho de 2014 | 15h17

Em 2003, o Irã aceitou o chamado "protocolo adicional" de inspeções curtas por dois anos, mas o Parlamento do país nunca ratificou isso. "O governo pode aceitar o protocolo adicional com base em sua utilidade e no progresso das negociações nucleares, mas o Parlamento iraniano toma a decisão final", disse Kamalvandi.

O Irã e as potências mundiais - os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU mais a Alemanha - estão negociando para chegar a um acordo final sobre o assunto. A próxima rodada de conversas está marcada para 2 de julho. Os países do Ocidente suspeitam que o programa nuclear do Irã tem objetivos militares, o que o governo iraniano nega. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.