Irã só poderá ter bomba em 2015, diz ex-espião

Meir Dagan, espião que está deixando o comando do serviço de inteligência de Israel, o Mossad, afirmou em entrevista publicada ontem que o Irã só terá capacidade de produzir uma bomba atômica em 2015 - previsão bem mais otimista do que a posição oficial israelense, americana e de países europeus. De acordo com Dagan, o programa iraniano sofreu atraso por causa de problemas técnicos e sabotagens feitas por agências de inteligência ocidentais. O espião comandou o Mossad pelos últimos oito anos.

, O Estado de S.Paulo

09 de janeiro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.