Irã suspende compras de equipamentos da Dinamarca

O Irã suspendeu as importações de equipamentos médicos da Dinamarca, em protesto contra a publicação de caricaturas do Profeta Maomé em um jornal dinamarquês. "Ficou decidido que será suspensa a importação de equipamentos médicos da Dinamarca até que seja comunicado o contrário", disse o diretor do escritório de equipamentos médicos do Ministério da Saúde, Reza Masaeli, em entrevista a uma rádio estatal. Ele informou que o país compra equipamentos de audiometria e monitores para os centros de cirurgia fabricados na Dinamarca. O representante não especificou o volume dessas importações.Masaeli afirmou que o ministério informou a suspensão para todas as importadoras iranianas de produtos da Dinamarca. A medida é um desdobramento de um decreto publicado no último sábado pelo presidente Mahmoud Ahmadinejad, que convocou o Ministério do Comércio a formar um conselho para reavaliar e revogar todos os contratos econômicos e comerciais com a Dinamarca e outros países europeus que publicaram desenhos "ofensivos" do Profeta Maomé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.