Irã suspende proibição à CNN após pedido de desculpas

O Irã suspendeu a proibição imposta à CNN, um dia após impedir que a emissora de TV trabalhasse no país por causa de um erro na tradução dos comentários sobre a questão nuclear do presidente Mahmoud Ahmadinejad. Segundo a TV iraniana, Ahmadinejad ordenou a reversão da decisão após "a manifestação de desculpas" pela CNN pelo erro na tradução. A emissora informou que o presidente iraniano teria dito que o "uso de armas nucleares é um direito do país", sendo que, na verdade, ele declarou que "a energia nuclear e um direito do Irã".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.